Ah, o Carnaval

A Roberta falou sobre samba e a necessidade do carnaval há uns dias. Eu, que passei o carnaval trabalhando, considerei minha folia os dois shows do Do Amor que assisti aqui em São Paulo. O primeiro, na Funhouse, foi bom, mas as vozes estavam meio baixas, não dava pra entender direito as letras das músicas e nem bem as melodias vocais.

Já o segundo, no Studio SP, tinha um som limpo, bem equalizado, o que só melhorou o som dos cariocas. É difícil classificá-los em algum estilo musical – a melhor definição é mesmo “rock com ritmos regionais”. A banda reúne quatro ótimos músicos com influências distintas, o que resulta em músicas que passeiam, em três, quatro minutos, entre reggae, hard rock, axé, samba, carimbó, pop, indie, noise… Com uma platéia menor, mas mais animada (muitas meninas e meninos dançavam na frente do palco como se estivessem em uma roda de maracatu), o show do Studio SP foi o melhor que vi até agora no ano. Dia 6 de março tem mais, no mesmo bat-local.

Para entender melhor a banda, abaixo a música que me dá vontade de levantar e balançar os braços. Muito axé a todos.

Afinal, é uma vez no ano que aparece o suíngue, todos os outros dias a gente sempre finge…

Anúncios

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: