O que foi é bla bla bla

pipodelica.jpg

Finito. Na segunda-feira a Pipodélica fez o anúncio oficial de seu fim. Recebi o e-mail e fiquei meio cabisbaixo, afinal, das bandas do rock independente nacional, eles eram os mais próximos a mim (sem duplo sentido, please). Mas na verdade o fim parecia ser inevitável. Desde a primeira vez que os entrevistei,eles já assumiam que estavam ficando velhos e com outros interesses. E que, principalmente, não aguentavam mais tocar ao vivo. De fato, de lá até o derradeiro momento foram pouquíssimas apresentações – dá pra contar nos dedos de uma mão e ainda sobra, se bobear.

No currículo, a banda deixa um disco excelente (Simetria Radial), um dos melhores da década, e quatro EPs (Tudo Isso, Enquanto o Sono Não Vem, Volume 4 e Infinito). E ainda há um disco novo em folha, gravado em 2006 e 2007, a ser lançado pela internet em breve. De aperitivo, duas músicas no MySpace da banda. Já ouvi algumas outras e posso garantir: todas possuem o selo Pipodélica de qualidade – ou seja, cuidado com arranjos, timbres, detalhes e psicodelismo, progressivo e pop na medida certa. Tem até uma música folk.

O único porém nesse final da banda, para mim, é que falta um show de despedida. Conversei ontem com o Xuxu, vocalista e guitarrista da banda, e ele descartou a hipótese por um simples fato: eles ultimamente não tem nem tempo para ensaiar. De qualquer maneira, o próprio Xuxu está gravando um CD solo, a ser lançado sabe-se quando.

Abaixo o comunicado oficial da banda e dois vídeos legais, do ensaio da melhor música deles, Memória Multicolor, e um registro ao vivo da música que dá nome a esse post, Bla, Bla, Bla (não achei o clipe no YouTube).

Nota Oficial
“Hoje estamos tristes. Estamos anunciando que encerramos as atividades do Pipodélica. É como um casamento que agora se rompe, muito embora, olhando pra trás, tenhamos certeza que tudo foi muito além do que poderíamos imaginar. Nestes quase 8 anos pudemos conhecer pessoas especiais e tocarmos em lugares realmente incríveis. Seguramente para nós, não poderia haver melhor legado pessoal do que este.

O fim da banda não representa que a nossa música acabou, sobretudo nestes tempos de difusão ilimitada de informação. Acreditamos que a obra sempre estará lá, eternamente.

Foi inevitável envelhecer. Então a tristeza fica diminuída quando aceitamos ser natural que os interesses pessoais tornem-se divergentes. Deste modo, seria uma falta de respeito com nós mesmos e nossa história prosseguir desfigurados, por simples apego.

Deixamos registrado “Não Esperem Por Nós”, um último disco que não sabíamos ser o derradeiro, pronto. Estará disponível juntamente com nossos outros projetos, para download gratuito em breve, com arte e tudo mais que se tem direito.

Sobre este título, agradecemos ao pessoal da Trombador Discos (em espacial à Kátia) por todo suporte e entusiasmo e aos nossos apoiadores, Guitarland, Alexandre Arroyo e João Abreu (luthiers).

Por fim, somos muito gratos às nossas famílias e a todos os nossos amigos e admiradores, por passarem a fazer parte da nossa história. Muito obrigado!

Um grande abraço,

M. Leonardo + XuXu + Batata + Heron”

Anúncios

Tags:

3 Respostas to “O que foi é bla bla bla”

  1. upiara Says:

    Eles não precisavam ter dito isso oficialmente. Podia ter ficado subentendido. Fiquei triste paca. Falei disso lá no meu blog também
    (vou aproveitar pra mudar o endereço do teu link)
    =)

  2. upiara Says:

    Tenho que lembrar de jogar os eps pra dentro do PC.
    Vou fazer isso hoje.

  3. Para salvar um domingo « Says:

    […] Dessas, notadamente apenas o Autoramas se mantém com projeção até hoje.  A Pipodélica acabou (mas está com disco novo, mais tarde eu falo dele aqui) e o Mopho não lança disco há um bom […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: