Pequeno momento sentimental

“E assim é também na vida. Muita gente acredita que o ser humano realmente bravo é aquele que nunca esmorece. Ora, este só pode ser é louco de pedra!

O verdadeiro bravo vai dormir derrotado, desanimado, pensando em desistir de tudo, porque a vida apronta cada falseta que ninguém merece… E daí acorda renovado e canta pra si mesmo: afinal de contas, não tem cabimento entregar o jogo no primeiro tempo! Pensa em novas táticas, em novos argumentos, em ações diferentes. E vai à luta.

Existem vitórias que nos prejudicam terrivelmente, existem derrotas que nos ensinam muita coisa. A toda essa aprendizagem sou demais de agradecida, graças a ela me tornei a pessoa que sou hoje.”

A Roberta roubou autorizadamente do blog da Regininha. E eu roubo na cara dura, porque esse texto é lindo. Exatamente há uma semana atrás eu era esse cara que ia dormir derrotado e desanimado, pensando em desistir de tudo. Procurar emprego em São Paulo tava começando a ser algo chato e
desalentador e eu realmente começava a duvidar das minhas capacidades. Sábado foi um dia especialmente ruim nesse sentido, com um monte de dúvidas passando pela cabeça. Ainda bem que eu tenho amigos muito queridos que ajudam a segurar a barra – e sem todos eles, os de perto e os de longe, eu não sei se conseguiria.

Mas eis que eu termino a semana de outra forma, totalmente feliz, porque um monte de coisa aconteceu e eu tenho boas perspectivas pro futuro. Pode ser que os astros tenham se alinhado de uma forma que possibilitou tudo, que tenha sido coisa do destino ou qualquer bobagem. Mas eu não acredito. Desde que eu li esse texto da Regininha durante a semana me reconheci totalmente nele. Finalmente eu defini minha tática para o segundo tempo. E não vou deixar que o jogo acabe sem a virada.

Anúncios

Tags:

3 Respostas to “Pequeno momento sentimental”

  1. Regininha Says:

    Ora, me roube à vontade, que me sentirei à vontade pra te roubar, também…
    beijão!

  2. Bel Says:

    Tiagão, meu anjo! Primeiro que a gente nunca ia deixar você desistir de nada! Como viveríamos sem seus almoços de sábado? Mas acho que nunca chegaria a esse você sabe tudo que pode fazer. É claro que tudo só seria uma questão de tempo. Dois: “amanhã é outro dia” sempre foi minha filosofia!

    Eu morro de orgulho de você. Pela coragem de ter vindo; pelo carinho e atenção que dá pra gente aqui, mesmo quando também está com encucações na cabeça; pela quantidade de pratos que você sabe fazer para a gente; pela Berenice e os abraços! :*

  3. Roberta Says:

    eu tenho orgulho por tudo que a bel falou e por ter te ensinado a fazer alguns dos pratos que vc sabe! hahaha

    a xuxu falando sério, o negócio é esse mesmo, já diria o capitão rodrigo, buenas e me espalho!

    Bjos saudosos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: