Holger e Dirty Projectors na Clash dia 02/12

holger dirty projectors

Na quarta-feira da próxima semana, dia 02/12, o grupo americano Dirty Projectors se apresenta em São Paulo na Clash. A banda é, mais precisamente, do Brooklyn, em Nova York, e assim como os grandes expoentes da cena local (TV On The Radio e Vampire Weekend), faz um rock experimental ao extremo, unindo batidas eletrônicas, guitarras minimalistas e clima etéreos de teclados, e lançaram um disco elogiadíssimo em 2009, Bitte Orca. Dá uma ouvida no MySpace dos caras, principalmente na melodiosa “Rise Above”, do disco homônimo lançado em 2007.

Quem abre o show dos nova-iorquinos são os paulistanos do Holger. No vídeo acima você pode ter uma pequena noção do que é o show dos caras, quando as músicas, extremamente influenciadas por boa parte do que se convencionou chamar de indie (Pavement e New Order à frente), crescem bastante e se unem à performance contagiante dos cinco no que é um dos grandes shows do rock brasileiro na atualidade.

A banda já começou a gravar algumas demos para o álbum que deve ser lançado em 2010. Abaixo você pode ouvir “Caribean Nights”, uma dessas faixas, com um clima bem Vampire Weekend. Aproveita e repara no riff totalmente New Order de “The Auction”.

Os ingressos para o show na Clash custam R$ 50,00 antecipados na Neu Club, R$ 60,00 antecipados no Ticket Brasil ou R$ 80,00 no dia do show. Antes o Dirty Projectors ainda toca no Goiânia Noise no dia 28/11 e no Teatro Odisséia, no Rio, dia 29/11. O Holger faz show gratuito na madrugada de sábado para domingo no Vira Cultura, que rola no Conjunto Nacional, em SP.

Anúncios

Tags: ,

8 Respostas to “Holger e Dirty Projectors na Clash dia 02/12”

  1. ludovico Says:

    Olá. Clima meio vampire weekend, riff ”totalmente new order”. Qual o sentido disso? is it a real band with real artists or just a bunch of rua augusta kids being cool and pretty and sounding like another band from the 80’s? Os anos 2000 já eram. Abraço,

    • Tiago Says:

      os anos 2000 tao indo embora mesmo =) que venham os 2010

      agora, brincadeiras à parte, entendo sua questão sobre o som ser derivativo, mas, né, se formos pensar hj em dia pouca coisa não o é. a questão é acrescentar algum elemento particular (seja ele qual for) a uma fórmula, ou pelo menos “copiar” o som direitinho. é bizarro, mas as vezes a derivação fica melhor do que o original. ou é so meu gosto que é anormal =(

  2. pedro hollanda Says:

    tiago, não sei se voce notou, mas essa rise above é uma cover do black flag!!! eles regravaram o álbum damaged inteiro.

  3. danburity@hotmail.com Says:

    Vampire Weekend não é do Brooklyn e sim de uptown Manhattan. Nada mais distante do Brooklyn…

  4. Amanda Says:

    Humm…. Eu vou heim!! ….RSrsr

    Olha só esse estudio para montar em casa que foda!!

    http://www.whatiscoolforyou.com.br/2009/11/logic-studio.html

  5. Dum De Lucca Says:

    Que lixo indie!!

  6. Pauline Says:

    Hi to every one, because I am truly eager of reading this blog’s post to be updated daily.

    It consists of good material.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: